Informações Adicionais

Aqui você encontrará mais informações sobre a dieta, quando comprar e como fazer o transporte. Ocasionalmente dispomos de silagem feita a partir de aveia preta.
Lembramos aos eventuais interessados em plantar azevém, que a cultura se adapta somente em regiões com inverno úmido e frio. No Norte do Paraná e no Estado de São Paulo, em geral, não é aconselhável o plantio de azevém.
Dieta

O volumoso é o principal ingrediente na alimentação dos bovinos. É no volumoso que se encontra a melhor fonte de fibras necessárias para a ruminação, salivação, que vai estimular e aumentar o teor de gordura e produção de leite. A fibra é também o principal nutriente que regula a passagem dos alimentos pelo trato digestivo.  O fornecimento de volumoso de boa qualidade (rico em nutrientes e fibras FDA 33 % e FDN 55%) como do pré-secado de azevém, é o meio mais natural e saudável de potencializar o consumo de matéria seca , a produção de leite e reduzir o uso de grãos e concentrados na dieta dos Bovinos. 
O azevém é uma forrageira conhecida pelo seu elevado valor nutritivo (proteína bruta) superior a 15 %, desta maneira serve para dietas como única fonte de forragem ou para complementar dietas com silagens de milho, sorgo, cana, napier e outros. 

Exemplo de Dieta para diferentes níveis de produção:

Obs: Base de calculo = Vaca Holandesa de 620 kg PV e 42 meses de idade e com 120 DEL, com 3,6% de gordura e 3,2% de proteína no leite. Quantidade limitado de silagem de milho.

Quando comprar pré-secado?

A silagem pré-secada de azevém pode ser uma boa alternativa nas seguintes circunstâncias:

 

  • Quando não é viável investir numa estrutura própria, para fazer feno ou pré-secado.

  • Quando o produtor se especializa na produção de leite, ou criação, terceirizando a produção de alimentos.

  • Para evitar o excesso de estoque de forragens na propriedade.

  • Para os produtores que desejam trabalhar em regime exclusivo de pastoreio, podendo completar com fardos em dias chuvosos (evitar perdas por pisoteio).

  • Para suprir a falta temporária de alimentação (fibra longa) para os animais.

Transporte

A critério do cliente.  Os fardos podem ser transportados em caminhões contratados pelo próprio cliente; ou, se caso desejar, nós avaliamos o menor custo de frete na região e repassamos para acertar os detalhes.

 

Quantidade a ser levado por tipo de caminhão:

  • Bitrem 4 eixos – em média 54 fardos;

  • Carreta 3 eixos – em média 46 fardos;

  • Caminhão trucado – em média 26 fardos;

  • Caminhão toco – em média18 fardos.

 

Altamente recomendável:

  • O uso de cintas para fixar a carga,

  • Grade alta - graneleira

  • Lona no fundo da carroceria.

Recomendações para descarga e armazenamento

Para manter a qualidade da silagem após o descarregamento é muito importante preservar a integridade da embalagem. Qualquer furo no invólucro pode significar a deterioração do produto em volta daquele furo.  Assim, recomendamos os seguintes cuidados na hora da descarga:

  • Procure descarregar os fardos em local com solo fofo ou pasto, sem a presença de objetos pontiagudos ou ervas perfurantes. Muito cuidado de não danificar o invólucro na lateral do caminhão!  Alguns produtores usam água para facilitar o deslizamento dos fardos. 

  • O caminhão deve, preferencialmente, ter uma lona no fundo da carroceria para evitar danos no invólucro.

  • Se ainda assim furar alguma embalagem, consumir estes fardos primeiro.  Furos pequenos podem temporariamente ser consertados com fita adesiva larga. 

  • Procurar agendar o recebimento do material o mais próximo possível ao consumo.

© 2001-2018